sábado, 14 de fevereiro de 2009

Imperdível

entrevista sensacional com o economista liberal mais famoso do século XX, Milton Friedman. Para quem não conhece, Friedman foi o representante maior do que ficou conhecido como “monetarismo” (de forma bem resumida, uma teoria macroeconômica que julgava a quantidade de moeda da economia a variável mais importante (senão a única relevante) para explicar movimentos de curto prazo e a única responsável, no longo prazo, pela inflação). Em termos de liberalismo, Friedman foi o combatente mais ativo da “causa”. Sejá lá a maluquice que os políticos queriam fazer, lá estava ele dizendo que era errado ou dando uma solução para que fizessem da maneira menos prejudicial possível (em termos liberais). Também foi o mais ativo combatente do keynesianismo, inclusive desafiando a então sagrada e “oficial” explicação para a grande depressão defendida por essa corrente. Aliás, certamente, junto com Keynes, foi o economista mais influente do século XX. Se a primeira metade do século foi do inglês, a década de 70 em diante foi de Friedman (principalmente em questões relacionadas à política monetária).

Friedman morreu em 2006. Uma perda irreparável. É bem fácil encontrar entrevistas dele no Youtube e algumas até recentes mostram a lucidez desse monstro do pensamento econômico e liberal. Infelizmente, com legenda, só conheço a linkada acima. Quem me conhece sabe que tenho grande apreço por esse velhinho simpático. Foi com ele que comecei a me aventurar de forma mais “engajada” tanto em economia quanto em liberalismo. Sem dúvida, vale a pena assistir o mestre de Chicago falando.

Um comentário:

Djalma Rocha disse...

Legal este post ! Gosto também do Friedman, apesar, de ser contra algumas de suas idéias . Mas isso faz parte do jogo . Fico, triste quando alguns ¨libertários¨chamam Friedman de socialista .Atualmente, no movimento liberal existe uma doença chamada radicalismo . Todo mundo quer ser mais radical do que o outro . Friedman, apesar de tudo é uma porta importante para o conhecimento Liberal . Muitas pessoas precisam conhecer Friedman, acredito, que através deste economista várias pessoas podem conhecer o Liberalismo .