quinta-feira, 13 de março de 2008

Lançamento do Mises Institute no Brasil

Post rapidinho: dois avisos, um importante e outro nem tanto. Primeiro o não importante. Corrigi algumas partes do texto “Sobre a Liberdade”. Eram partes onde eu tinha comido alguma palavra, algum trecho que deixava a passagem incompreensível ou sem continuidade.

O outro recado, esse sim importante é o lançamento do site do Instituto Ludwig Von Mises do Brasil. Para quem não conhece, o Instituto Von Mises “original” é um centro americano de divulgação e pesquisa, principalmente de economia austríaca, embora sejam discutidas também muita teoria política e filosofia liberal. O nome do instituto é uma homenagem ao, talvez maior economista austríaco (e na minha opinião, um dos maiores da história da economia), Ludwig Von Mises.

A versão brasileira, não é oficialmente ligada à americana (opiniões do instituto brasileiro não são opiniões oficiais do americano e o americano também não financia a versão brasileira). Obviamente existe um acordo entre os dois não só para o uso do nome, mas também para a reprodução do material do site da versão americana totalmente traduzido para o português.

O site brasileiro já contém várias traduções dos “daily articles”, todas muito bem feitas pelo Leandro (a maioria) e pelo Fernando. Em breve serão colocadas algumas vídeoaulas com legendas em português. A intenção é aos poucos ir ampliando o campo de atuação do Instituto, inclusive com lançamentos de livros (depende da autorização da sede americana que detém os direitos) e a venda das famosas camisas engajadas, afinal, é um pé no saco ver comunista desfilando por ai com camisas do Che e você, um pobre liberal, não poder andar uma com coisas do tipo “one dollar, one vote” (um famoso e antigo slogan libertarian nos EUA).

Enfim, a iniciativa é extraordinária em termos simbólicos, afinal, colocar um site e um instituto desses em funcionamento para divulgar um pensamento tão estranho à mentalidade dos intelectuais e governantes nacionais é por si só uma vitória, uma espécie de luz na escuridão. Hoje economia austríaca é algo desconhecido no Brasil. Defesas radicais e consistentes do capitalismo, do livre mercado são mais raras que araras norueguesas.

Mas além do seu valor simbólico, a iniciativa de trazer um pouco do Mises Institute para o Brasil é também extraordinária em termos práticos. Muitos estudantes de economia, sociologia, história, afundados naquelas baboseiras intervencionistas ensinadas na quase totalidade das universidades e escolas brasileiras e que não tinham outras fontes de estudo, não tinham como conhecer o “outro lado” por não saberem inglês, agora contarão com acesso a um rico material totalmente traduzido.

Meus parabéns ao Cristiano, ao Hélio, Leandro, Fernando, os principais arquitetos dessa maravilhosa realização e também aos demais colaboradores.

PS: o Hélio, um dos “executores” (senão o principal) da empreitada e presidente do novo instituto, tem um plano para a inauguração da parte física e para o público em geral que se der certo vai matar alguns libertarians do coração de tanta emoção. Infelizmente é confidencial (para evitar frustrações caso não dê certo, afinal, quanto mais alto o sonho, mais alto o tombo quando dá errado). Se der tudo certo nos próximos meses eu conto.


PS2: O direitor acadêmico do instituto é o Professor Antony Mueller. Além desta função, o Professor Mueller leciona economia na Universidade de Erlangen-Nuremberg, Alemanha, foi professor visitante da Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis, sob o programa de intercâmbio acadêmico entre Brasil e Alemanha. Também é scholar adjunto do Mises Institute e colaborador do Quarterly Journal of Austrian Economics.

PS3: Sugestão de leitura para começar: "O Espirito que assombra o Brasil". Foi escrito pelo Prof. Mueller, uma espécie de "primeiras impressões" do nosso país.

Nenhum comentário: